InfoSbor.com Главная страница → Líderes mundiais concordam em parar o desmatamento e reduzir as emissões de metano

Líderes mundiais concordam em parar o desmatamento e reduzir as emissões de metano

(Atenção! Este texto foi traduzido por um tradutor inexperiente.
Erros são possíveis.
A fonte de informações está aqui: www.theguardian.com)

O acordo histórico da Cop26 compromete os países a reduzir as causas profundas das emissões de CO2. Mais o "fim" do abacate


Boris Johnson apresentará o acordo de desmatamento em um evento com a presença do presidente dos EUA, Joe Biden, na terça-feira.
A foto: Michael Mayhew/Sportsphoto/Allstar

Os líderes mundiais chegaram a um acordo para deter e reverter o desmatamento global na próxima década, como parte de um pacote de bilhões de dólares para combater as emissões antropogênicas de gases de efeito estufa.

Xi Jinping, Jair Bolsonaro e Joe Biden estão entre os líderes que se comprometerão a proteger vastos territórios hoje na Cop26 em Glasgow.

Enquanto isso, Biden tentará destacar sua "reputação verde" apresentando um plano de ação para controlar o metano como a forma mais eficaz de lidar com a crise climática no curto prazo.

Liderando uma aliança de 90 países, incluindo pela primeira vez o Brasil, ela revelará hoje novas medidas regulatórias para limitar as emissões globais de metano em 30% dos níveis de 2020 até o final da década.

  • Grandes produtores e consumidores de produtos do desmatamento, entre eles Indonésia, China e Brasil, colocaram seus nomes no evento, que visa reduzir a segunda maior fonte de emissões de gases de efeito estufa.
  • As propostas detalhadas de metano dos EUA podem vir a ser um dos sucessos duradouros da Cop26 em Glasgow, onde Biden anunciará seu plano de ação.
  • Na segunda-feira, Biden pediu a outros líderes mundiais que adotassem energia limpa e prometeu que os EUA "liderariam pelo exemplo".

A Califórnia legalizou a erva há cinco anos. Por que o mercado ilegal ainda está prosperando?


Os eleitores da Califórnia endossaram a iniciativa de voto de legalização da cannabis de 2016.
A foto: Richard Vogel/AP

Cinco anos após a legalização da cannabis, a Califórnia está repleta de sinais de uma indústria claramente em expansão.

Mas por trás da fachada extravagante, a legalização da produção de ervas permanece longe do setor próspero e cumpridor da lei mais esperado. Na verdade, é uma bagunça.

A lei, por meio do voto dos eleitores, foi aprovada em novembro de 2016, legalizando a maconha recreativa. Mas hoje a grande maioria do mercado permanece no subsolo - cerca de 80-90%, de acordo com especialistas.

Como essa lei de 2016, conhecida como Proposta 64, deu aos municípios o poder de proibir a maconha como bem entenderem, a maioria das cidades e condados ainda não permite a venda de cannabis, o que está impedindo o crescimento do mercado legal.

  • O que mais contribui para a prosperidade do mercado ilegal? Os proprietários de empresas dizem que impostos altos, licenças limitadas e custos regulatórios onerosos tornaram o mercado legal inatingível.
  • Como os licenciados para vender cannabis se mantêm à tona? Por enquanto, a única maneira de empresas legais com licença do governo alegarem que podem permanecer lucrativas é mantendo um pé no mercado ilegal e sem licença.

O senador republicano Josh Hawley está preocupado com o fato de o feminismo ter empurrado os homens para a "pornografia e os videogames".


"Embora a esquerda possa comemorar o declínio dos homens, eu pessoalmente não posso me juntar a eles."
A foto: Reuters

Os esforços para combater a masculinidade tóxica nos Estados Unidos levaram os homens a consumir mais pornografia e jogar mais videogames, disse o senador do Missouri Josh Hawley em discurso a um grupo republicano.

Falando na Conferência Nacional de Conservadorismo em Orlando, Flórida, Hawley levantou a questão da “masculinidade”, que ele disse estar sendo criticada, e encorajou os homens a retornarem aos papéis masculinos tradicionais.

Um apoiador de Donald Trump que é conhecido por ter levantado o punho em apoio à multidão fora do Capitólio dos EUA em 6 de janeiro parece ecoar os pontos feitos por nomes como os Proud Boys, um grupo de extrema direita que se opõe ao feminismo e acredita que os homens estão sendo atacados por liberais, elites.

"Podemos nos surpreender que, após anos ouvindo que eles são o problema, que sua masculinidade é o problema, mais e mais homens estão partindo para um enclave de ócio, pornografia e videogames?" Disse Hawley.

  • Hawley não citou fontes para confirmar que os homens são mais propensos a assistir pornografia. No entanto, na segunda-feira, seu discurso foi republicado pelo Federalista de direita.
  • Hawley, filho de um banqueiro, frequentou uma escola particular antes de estudar em Stanford e Yale. Dada sua biografia, ele ficava repetidamente surpreso por repreender a elite e afirmar que fala em nome de todos os homens.

Em outras notícias ...


Um fotojornalista coloca sua câmera no chão para protestar contra o assassinato de seu colega Cardoso em Acapulco.
A foto: David Guzman/EPA

  • Jornalistas mexicanos expressaram consternação depois que dois repórteres veteranos foram atacados em suas próprias casas em menos de 24 horas, elevando o número de mortos entre trabalhadores da mídia para nove este ano, já mais do que as oito mortes registradas em 2020.
  • A informante do Facebook, Frances Haugen, fez o mais forte apelo para que Mark Zuckerberg deixasse o cargo de CEO de seu império de mídia social, dizendo que as empresas ficarão melhor com um líder que se concentra na segurança do usuário.

Estatísticas do dia: quase 1 em cada 3 republicanos afirma que a violência pode ser necessária para "salvar" os EUA


Monumento da paz cercado por andaimes na fachada oeste do Capitólio dos Estados Unidos.
A foto: Michael Reynolds/EPA

De acordo com a pesquisa, quase um terço dos republicanos acredita que a violência pode ser necessária para "salvar" os Estados Unidos. Pesquisadores do Instituto de Pesquisa de Religião Pública, sem fins lucrativos, descobriram que 30% dos republicanos concordaram com a afirmação: "Como as coisas foram tão longe, os verdadeiros patriotas americanos podem ter que recorrer à violência para salvar nosso país." Entre os americanos que acreditam que a eleição de 2020 foi "roubada" de Donald Trump, o que não foi o caso, 39% acreditam que a violência pode ser necessária.

Não perca: Sentimentos do Ato II! Conheça pessoas que atingiram seu pico de forma esportiva - depois de 50 anos


Rich Jones em sua corrida matinal em York. Dois anos atrás, aos 54 anos, ele estava gravemente acima do peso. Agora ele está em boa forma e mais confiante. "Isso mudou a maneira como eu penso sobre mim."
A foto: Gary Calton/The Guardian

Que combinação de fatores faz alguém lutar para se exercitar na academia, se tornar um corredor de maratona ou caminhar alguns quilômetros por dia após os 50 anos? A motivação é difícil e as pessoas são diferentes, mas o fato de que a mortalidade está mordendo seus calcanhares, a ansiedade da meia-idade e com ela o desejo de repensar, junto com a transição da paternidade ativa ou do trabalho em tempo integral, podem contribuir. Às vezes, uma pequena ansiedade gradualmente se transforma em uma sensação de urgência. “Tive a sensação de que, se não fizesse algo logo, seria tarde demais”, diz Rich Jones.

Monitoramento do clima: por que os chefs estão descartando abacates


Um abacate pode exigir 320 litros de água para crescer.
A foto: mapodile/Getty Images

Por um lado, eles são deliciosamente cremosos, versáteis e ótimos para o Instagram. Por outro lado, eles têm uma enorme pegada de carbono, cada um requer 320 litros de água para crescer e "eles têm uma demanda global tão grande que não são mais acessíveis aos povos indígenas das áreas em que cresceram", disse Thomasina Myers, cofundadora da rede mexicana restaurantes Wahaca. Agora, como outros chefs, Myers criou uma alternativa: um prato vibrante à base de guacamole verde feito com feijão, pimenta verde, limão e coentro.

...


Leia mais aqui:

  • Curso de informação: www.theguardian.com (Terça-feira, 2 de novembro de 2021)
  • Autor fonte: Nicola Slawson
  • Direção da tradução: Inglês> Português
  • Qualidade da tradução: ruim (estou aprendendo a traduzir textos)
  • Data de publicação da tradução: novembro de 2021


© Copyright
AntonInfo.com | InfoSbor.com