InfoSbor.com Pagina inicial → Os pesquisadores fazem "coletes de alta visibilidade" para rastrear o comportamento das abelhas

Os pesquisadores fazem "coletes de alta visibilidade" para rastrear o comportamento das abelhas

(Atenção! Este texto foi traduzido por um tradutor inexperiente.
Erros são possíveis.
A fonte de informações está aqui: britishecologicalsociety.org)

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Sheffield e do The Bumblebee Conservation Trust experimentou novas maneiras de baixo custo para monitorar espécies de abelhas no Reino Unido, vestindo-as com coletes reflexivos de alta visibilidade. Este novo estudo será apresentado no Festival de Ecologia virtual da British Ecological Society.


Uma abelha de cauda amarela marcada com um colete de alta visibilidade.
Foto: Michael Smith

Os pesquisadores anexaram etiquetas reflexivas a sete espécies de abelhas selvagens e subespécies de abelhas britânicas desenvolvidas comercialmente. O comportamento de várias abelhas em busca de alimento e as trajetórias de voo tridimensionais das abelhas foram então rastreados usando a interface da web de um sistema de rastreamento em tempo real especialmente projetado.

Rastrear abelhas na natureza é uma parte importante para entender sua ecologia, permitindo que os cientistas determinem seu comportamento de forrageamento e navegação, bem como suas preferências de nidificação.

O rastreamento das populações de abelhas é atualmente muito difícil e caro. As técnicas comumente usadas, como os radares harmônicos, têm como alvo espécies maiores, como os zangões, que são grandes o suficiente para suportar o peso da etiqueta do radar. Portanto, existem várias incógnitas a respeito do comportamento das espécies de abelhas menores no Reino Unido.

Michael Smith, principal autor e cientista da computação da Universidade de Sheffield, disse: “Encontrar uma abelha é difícil, e encontrar ninhos de abelhas selvagens em primeiro lugar é extremamente difícil e demorado, especialmente para espécies mais raras ou menos conhecidas. A ferramenta tornará muito mais fácil encontrá-los, graças a uma abordagem prática para esses estudos. "

O sistema tem obtido sucesso no monitoramento de sete espécies selvagens (mais de 100 indivíduos) em dois locais de campo no Reino Unido, incluindo um local de flores silvestres na Universidade de Sheffield. Esse foi o caso de espécies pequenas, como as abelhas melíferas e as abelhas cortadeiras solitárias. O sistema de rastreamento pode detectar abelhas a até 40 metros de distância, e as etiquetas ainda podem ser detectadas uma semana após a implantação. A etiqueta reflexiva real é feita do mesmo tecido que os coletes de alta visibilidade da bicicleta.


As abelhas foram detectadas pelo sistema em 44 minutos.
Foto: Michael Smith

Materiais reflexivos, como jaquetas de alta visibilidade, são úteis porque, quando a luz os atinge, ela é refletida de volta para a fonte. Então, os pesquisadores usaram uma câmera com flash para fotografar uma abelha, e a abelha em um colete reflexivo parece um minúsculo ponto brilhante.


O colete possui uma pequena saliência que permite detectar as abelhas tanto de lado como de frente.
Foto: Michael Smith

Michael Smith disse sobre o teste piloto: “Inesperadamente, encontramos um de nossos zangões a uma altura de vários metros em um pinheiro próximo, a cerca de 33 metros do sistema de rastreamento. Não é onde olharíamos normalmente, removendo alguns preconceitos humanos e motivando o sistema a re-observar. "

Além de sua longevidade, os pesquisadores não encontraram nenhuma diferença significativa na duração do forrageamento ou no número de flores visitadas entre indivíduos marcados e não marcados. Esses resultados sugerem que tais técnicas podem ser utilizadas para monitorar as abelhas com segurança ao longo de suas vidas.

As abelhas foram apanhadas com rede e transferidas para um pote de marcação de rainha, comumente utilizado pelos apicultores, e então imobilizadas com ar frio, permitindo que fossem marcadas de forma segura e não invasiva.

O sistema de rastreamento é construído com componentes de baixo custo prontos para uso e consiste em uma câmera com obturador global, um flash e um computador Raspberry Pi. O obturador eletrônico permite velocidades de obturação muito rápidas, o que permite que a cena seja iluminada com a luz de um flash em vez do sol.


Sistema de rastreamento.
Construído e fotografado por Michael Smith

Um modelo de aprendizado de máquina foi treinado para detectar automaticamente uma tag em um quadro de uma imagem e aprender a diferença entre tags reais e vários falsos positivos. Todo o sistema pode então detectar o aparecimento de uma abelha no campo de visão da câmera em tempo real ou descartar falsos positivos, como um pedaço de pólen. Usando um sistema capaz de detecção de abelhas em tempo real, os pesquisadores podem pesquisar manualmente por uma abelha e confirmar se o sistema de rastreamento detectou corretamente uma abelha real e determinar qual indivíduo foi encontrado.

Richard Comont, diretor científico do The Bumblebee Conservation Trust, disse: “Ser capaz de rastrear as abelhas de áreas forrageiras fáceis de encontrar até ninhos difíceis de alcançar nos dá a oportunidade de encontrar mais ninhos. Isso significa que é muito mais fácil estabelecer requisitos para o local de nidificação, que podem ser levados em consideração durante a conservação ”.

Existem também algumas melhorias inacabadas que irão melhorar este método. O alcance da lente fotográfica é limitado pela linha de visão e 40m ao usar lente grande angular e flash padrão. No protótipo atual, as abelhas marcadas aparecem como pontos brancos idênticos.

Este trabalho é uma conquista significativa, disse Richard Komontz: "Atualmente sabemos muito pouco sobre a vida doméstica de abelhas fora de colônias em cativeiro em laboratórios - uma grande omissão para este grupo cada vez menor."

Outras pesquisas do grupo incluirão o uso de um sistema de rastreamento para encontrar novos ninhos e treinar o modelo para reconhecer entre os filtros de cores em etiquetas reflexivas, o que permitirá que as abelhas marcadas individualmente sejam identificadas remotamente. O baixo custo de sistemas de rastreamento como este poderia expandir o monitoramento automatizado de polinizadores para fechar as lacunas de dados.


Leia mais aqui:

Fonte de informação: britishecologicalsociety.org (18 de dezembro de 2020)
Autor fonte: BES Press Service
Direção da tradução: Inglês > Português
Qualidade da tradução: ruim (estou aprendendo a traduzir textos)
Data de publicação da tradução: novembro de 2021



© Copyright
AntonInfo.com | InfoSbor.com